contador

rastreador

Follow by Email

Páginas

domingo, 2 de dezembro de 2012

Sou mais eu

"Numa dessas de amor, roteirizei tudo o que eu gostaria de te dizer quando eu tivesse chance, porque seria a última. Tentei raciocinar e lembrar daquilo que combinei comigo mesma: esse lance aí de ser feliz, de desapegar, de viver uma nova vida, sabe? Enquanto te ouvia, tentei puxar pela memória... Como é mesmo? Ah, eu queria ter te falado que me decidi não ter mais notícias suas, a não me interessar mais por nada que te diga respeito e o principal: eu decidi não nutrir mais
 esse sentimento insólito, em que a reciprocidade vem em conta-gotas, enquanto a consternação é dada em dose cavalar. Eu cansei de esperar por alguém que sempre volta, mas nunca fica. Meu coração não é souvenir a ficar na sua estante de memórias e a minha vida não é lugar a se visitar quando sentir vontade. Cara, eu ainda te amo, sim. Mas, eu me amo mais, muito mais. E eu gostaria de ter te falado isso tudo, se eu tivesse conseguido lembrar uma só palavra após ouvir “Por que você demorou tanto a atender o celular? Não queria falar comigo?” Não! Eu não queria correr o risco de me corromper, logo agora que eu estou prestes a me encontrar. Mas, já que você ligou, tem algumas coisas que eu gostaria de te dizer... Tu Tu Tu."

Nenhum comentário:

Postar um comentário