contador

rastreador

Follow by Email

Páginas

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

déh


De repente


Feliz ?


Razão ou Emoção

Aquele exato momento em que a razão te puxa pro canto e te faz pensar duas vezes antes de agir. E você, mesmo assim, faz. Diz que é preciso ter coragem para seguir as emoções, ainda que se quebre a cara. Ela te olha de volta com ar de desapontada, mas te deixa seguir. Mais do que ninguém, a razão sabe que, quando existe a mínima possibilidade de algo acontecer, é preciso acreditar. Vai dar tudo certo, você grita, correndo pro caminho mais incerto. E que se dane. Vai dar tudo certo mesmo.

Espetáculo

“Não grite contra o destino, tudo tem um preço, tudo tem um propósito, um tempo. Hoje você apenas aplaude, mas amanhã apresenta o espetáculo.”

Complicado

Alguns de nós são mais difíceis do que complicados. Eu ainda prefiro as pessoas complicadas, também sou deste time! Os difíceis revestem-se de orgulho, os complicados procuram entender. Os difíceis são por vezes, frios... Os complicados com toda sua insegurança, ainda são sensíveis! Os difíceis são indiferentes, os complicados se comovem! Os difíceis não voltam atrás, os complicados reveem o caminho. Enfim... eu acredito que mesmo com todas as nossas complicações e inquietações, nós estamos sempre procurando a solução do problema, investigando, indo atrás, querendo fazer o melhor. As pessoas que são difíceis são irredutíveis... pra essas não há muita salvação! Mas para os complicados... Ah! para estes a vida não se resume em dificuldades, porque sempre querem mais e buscam mais da VIDA! Eu sei que não vou mudar esse lado complicado de ser mas no fundo a gente consegue se melhorar, se moldar, evoluir... e isso faz TODA a diferença!

sábado, 19 de janeiro de 2013

desabafo

DE VEZ EM QUANDO UM DESABAFO(COM LICENÇA)

Pessoas pequenas são incapazes de entender as pessoas complexas. Pessoas pequenas, que vivem afogadas em seus achismos da vida alheia, de como alguém deve ser, qual é correto a se fazer são as mais chatas, aquelas que não têm muita coisa a acrescentar. Elas não entendem que há fatos que desconhecem, e, principalmente, sentimentos que desconhecem. Por isso, se você ainda é um daqueles que se preocupa com opiniões, esqueça isso. Se você se conhece, e sabe que teve os seus motivos, as suas noites de angústia, os seus momentos de insegurança pra agir, sobre o que quer que seja, como você agiu, ignore essa gente, por que no fim de tudo, nunca faz diferença nenhuma, são pequenas.

Minha escolha

Se a história não me agrada, preciso aprender a reescrevê-la até que se torne parecida com a ideia que passa pelo meu coração. O roteiro só muda quando eu assumo a minha responsabilidade por ele e me trabalho para ser capaz de modificá-lo.

Mudança

Estou desconfiada de que a gente cresce quando começa a aprender, com o sentimento, muito além da retórica, a não permitir que uma desilusão ou outra nos afaste de nós mesmos e nem dos nossos sonhos mais bonitos. Estou desconfiada de que agente cresce quando é capaz de entender que estar vivo é perigoso, sim, é trabalhoso, sim, mas também é uma oportunidade rara e imperdível. Que há que se pagar o preço, se a ideia é ser feliz e inteiro[...]

Te amo

Porque é isso: quando sorri, eu tenho a impressão de que apertaram o interruptor que acende o sol, pois tudo clareia ao seu redor. Quando fala, eu tenho a impressão de que toda a vida canta a música bonita que a sua alma diz. Quando silencia, eu tenho a impressão de que todas as coisas adormeceram um pouquinho até você acordá-las outra vez.

afinidades

¬✿¬✿¬✿¬✿¬✿¬✿¬✿¬✿
"Acho maravilhoso perceber o quanto algumas vidas interagem com a nossa de um jeito tão mágico e bonito..." 
“(…) E aprendi que se depende sempre de tanta, muita, diferente gente. Toda pessoa sempre é as marcas das lições diárias de outras tantas pessoas. E é tão bonito quando a gente entende que a gente é tanta gente onde quer que a gente vá. É tão bonito quando a gente sente que nunca está sozinho por mais que pense que está…”
Se o Ministério da Saúde adverte sobre o mal que faz o cigarro, porque o Ministério da Cultura não faz o mesmo com o BBB??

reinventar

“Pois eu quero mais dessa maluquice que me ajuda a reinventar maneiras de estar aqui… Porque para se estar aqui com um pouco que seja de conforto na alma há que se ter riso. Há que se ter fé. Há que se ter a poesia dos afetos…Há que se ter um olhar viçoso. E muita criatividade!

Prece

“Que todo dia ao acordar e deitar pra dormir, ele ouça eu dizer o seu nome baixinho nas minhas preces, e sorria por isso daquele jeito bonito. Que, não importa o tamanho da distância, nunca esqueça que o fato de existir mudou pra sempre a minha vida e que o mundo me pareceu muito mais bacana depois que descobri que existia.

felicidade

Resista um pouco mais, mesmo que as feridas latejem e que a sua coragem esteja cochilando.Resista mais um minuto e será mais fácil resistir aos demais.Resista mais um momento, mesmo que a derrota seja um imã; mesmo que a desilusão caminhe em sua direção.Resista mais um pouco, mesmo que os invejosos digam para você parar; mesmo que a sua esperança esteja no CTI.
Resista mais um momento, mesmo que você não possa avistar ainda a linha de chegada; mesmo que as inseguranças brinquem de roda a sua volta.Resista um pouquinho mais, mesmo que a sua vida esteja sendo pesada como a consciência dos insensatos e você se sinta indefeso como um pássaro de asas quebradas.
Resista porque o último instante da madrugada é sempre aquele que puxa a manhã pelo braço e essa manhã, bonita, ensolarada, sem algemas, nascerá para você em breve, desde que você resista.Resista, porque eu estou sentada na arquibancada do tempo torcendo ansiosa para que você resista e ganhe de Deus o troféu que merece: a felicidade.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Amor


"Em alguns momentos, eu o decepcionarei, em outros você me frustrará, mas, se tivermos coragem para reconhecer nossos erros, habilidade para sonharmos juntos e capacidade para chorarmos e recomeçarmos tudo de novo tantas vezes quantas forem necessárias, então nosso amor será imortal." 

Ar

"Você é meu ar."

Lute

"Admiro profundamente os sonhadores. E mais ainda, admiro aqueles que vão em busca da realização, e fazem alguma coisa da vida enquanto outros apenas pensam no que fazer."

Ser voce


*.....*

"♫ Já não tenho dedos pra contar de quantos barrancos despenquei; e quantas pedras me atiraram ou quantas atirei...♪"

__ Lulu Santos

Faz bem

"Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada. Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde! 
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda! 
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna."

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Amigos?

Pensando bem... Quando parei de dar moral a pessoas negativas, gente que colocava areia nos projetos, que só queria fazer intriga, gente que vinha falar comigo por falsidade ou pra indagar sobre a minha vida, muita coisa boa aconteceu.
Quando cortei essa hipocrisia e dei mais valor para os amigos de fé, quando deixei de ser inocente e parei de falar sobre a minha vida para qualquer um que dizia ser do bem, a coisa engrenou. Demorou, mas eu aprendi.
Quando cortei todo esse blábláblá e parei de engolir uma granada de armadilhas e mentiras que tudo começou a dar certo.
Adorei o resultado, de lá pra cá só vieram coisas boas. Aprendi e continuarei assim...
A minha Indiferença para quem não vale a pena e muito Amor para quem merece.
Os verdadeiros eu sei quem são.

Amigos?

Pensando bem... Quando parei de dar moral a pessoas negativas, gente que colocava areia nos projetos, que só queria fazer intriga, gente que vinha falar comigo por falsidade ou pra indagar sobre a minha vida, muita coisa boa aconteceu.
Quando cortei essa hipocrisia e dei mais valor para os amigos de fé, quando deixei de ser inocente e parei de falar sobre a minha vida para qualquer um que dizia ser do bem, a coisa engrenou. Demorou, mas eu aprendi.
Quando cortei todo esse blábláblá e parei de engolir uma granada de armadilhas e mentiras que tudo começou a dar certo.
Adorei o resultado, de lá pra cá só vieram coisas boas. Aprendi e continuarei assim...
A minha Indiferença para quem não vale a pena e muito Amor para quem merece.
Os verdadeiros eu sei quem são.

Amigos?

Pensando bem... Quando parei de dar moral a pessoas negativas, gente que colocava areia nos projetos, que só queria fazer intriga, gente que vinha falar comigo por falsidade ou pra indagar sobre a minha vida, muita coisa boa aconteceu.
Quando cortei essa hipocrisia e dei mais valor para os amigos de fé, quando deixei de ser inocente e parei de falar sobre a minha vida para qualquer um que dizia ser do bem, a coisa engrenou. Demorou, mas eu aprendi.
Quando cortei todo esse blábláblá e parei de engolir uma granada de armadilhas e mentiras que tudo começou a dar certo.
Adorei o resultado, de lá pra cá só vieram coisas boas. Aprendi e continuarei assim...
A minha Indiferença para quem não vale a pena e muito Amor para quem merece.
Os verdadeiros eu sei quem são.

Amigos?

Pensando bem... Quando parei de dar moral a pessoas negativas, gente que colocava areia nos projetos, que só queria fazer intriga, gente que vinha falar comigo por falsidade ou pra indagar sobre a minha vida, muita coisa boa aconteceu.
Quando cortei essa hipocrisia e dei mais valor para os amigos de fé, quando deixei de ser inocente e parei de falar sobre a minha vida para qualquer um que dizia ser do bem, a coisa engrenou. Demorou, mas eu aprendi.
Quando cortei todo esse blábláblá e parei de engolir uma granada de armadilhas e mentiras que tudo começou a dar certo.
Adorei o resultado, de lá pra cá só vieram coisas boas. Aprendi e continuarei assim...
A minha Indiferença para quem não vale a pena e muito Amor para quem merece.
Os verdadeiros eu sei quem são.

Amigos?

Pensando bem... Quando parei de dar moral a pessoas negativas, gente que colocava areia nos projetos, que só queria fazer intriga, gente que vinha falar comigo por falsidade ou pra indagar sobre a minha vida, muita coisa boa aconteceu.
Quando cortei essa hipocrisia e dei mais valor para os amigos de fé, quando deixei de ser inocente e parei de falar sobre a minha vida para qualquer um que dizia ser do bem, a coisa engrenou. Demorou, mas eu aprendi.
Quando cortei todo esse blábláblá e parei de engolir uma granada de armadilhas e mentiras que tudo começou a dar certo.
Adorei o resultado, de lá pra cá só vieram coisas boas. Aprendi e continuarei assim...
A minha Indiferença para quem não vale a pena e muito Amor para quem merece.
Os verdadeiros eu sei quem são.

Amor próprio

A maioria de nós que já passou dos 30 anos, já teve pelo menos uma vez na vida, o seu emocional sequestrado por alguém, alguém que certamente chegou numa versão repaginada de "amor eterno", alguém que foi ou é, ilusoriamente a solução de seus problemas afetivos. O tal "buraco emocional" é muito mais profundo do que muitas de nós é capaz de enxergar e, muitas vezes preenchemos esse buraco com qualquer "lixo", criando inconscientemente um abismo de ilusões, onde quase sempre nos afundamos.
Nossa razão sempre se transforma em minúsculos fragmentos racionais quando se depara com a nossa gigantesca empolgação sexual ou emocional, é como se a nossa inteligência de repente fosse asfixiada pelo medo de morrer sozinha, é como se a nossa percepção de valores à nosso favor, fosse estuprada pela necessidade de afeto e, é ai que se manifestam nossos erros emocionais gravíssimos, justamente quando não sabemos mais lidar com o nosso psicológico, entregando-o nas mãos daquele que é PHD em manipular sentimentos, o famoso caçador de mulheres carentes, o que adora vida fácil, comodidade afetiva, financeira e sexual, contudo e sensatamente concluindo, presumo que à cada ano que passa, essa ansiedade de querer sair da solidão está ganhando força, principalmente em meios virtuais, onde esse tipo de "sequestro emocional" tornou-se mais fácil e rápido, mas por outro lado que contrasta com o mesmo, também vejo mulheres independentes e bem resolvidas, mulheres maduras e seguras de sí, mais sintonizadas nelas mesmas, sem dependerem de alguém para serem realmente felizes. Nesse caso, devo dizer que, ainda bem que a tendência é melhorar e que o amor-próprio anda super alta, que pelo menos a grande maioria de nós já evoluiu e muito.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Minha defesa

'Tenho a mania de deixar o desaforo da porta pra fora. Sabe aquele texto da Martha Medeiros que diz: "Não grite comigo. Tenho o péssimo hábito de revidar"? Pois é. Se eu pudesse, estenderia a mão e diria a autora: bate aqui. Meu maior defeito talvez seja este. Minha defesa primeira.
Conte com a minha bondade, abrace o meu afeto mas não subestime a minha mansidão. Não apronte comigo contando com a minha suavidade. Ainda não aprendi com a sabedoria daqueles que deixam pra lá. Não compactuo com aqueles que se contém corroendo por dentro. Nessas horas extravio a educação bonita que a mamãe deu e sigo concordando que respeito é pra quem tem.'

Minha defesa

'Tenho a mania de deixar o desaforo da porta pra fora. Sabe aquele texto da Martha Medeiros que diz: "Não grite comigo. Tenho o péssimo hábito de revidar"? Pois é. Se eu pudesse, estenderia a mão e diria a autora: bate aqui. Meu maior defeito talvez seja este. Minha defesa primeira.
Conte com a minha bondade, abrace o meu afeto mas não subestime a minha mansidão. Não apronte comigo contando com a minha suavidade. Ainda não aprendi com a sabedoria daqueles que deixam pra lá. Não compactuo com aqueles que se contém corroendo por dentro. Nessas horas extravio a educação bonita que a mamãe deu e sigo concordando que respeito é pra quem tem.'

Minha defesa

'Tenho a mania de deixar o desaforo da porta pra fora. Sabe aquele texto da Martha Medeiros que diz: "Não grite comigo. Tenho o péssimo hábito de revidar"? Pois é. Se eu pudesse, estenderia a mão e diria a autora: bate aqui. Meu maior defeito talvez seja este. Minha defesa primeira.
Conte com a minha bondade, abrace o meu afeto mas não subestime a minha mansidão. Não apronte comigo contando com a minha suavidade. Ainda não aprendi com a sabedoria daqueles que deixam pra lá. Não compactuo com aqueles que se contém corroendo por dentro. Nessas horas extravio a educação bonita que a mamãe deu e sigo concordando que respeito é pra quem tem.'

Minha defesa

'Tenho a mania de deixar o desaforo da porta pra fora. Sabe aquele texto da Martha Medeiros que diz: "Não grite comigo. Tenho o péssimo hábito de revidar"? Pois é. Se eu pudesse, estenderia a mão e diria a autora: bate aqui. Meu maior defeito talvez seja este. Minha defesa primeira.
Conte com a minha bondade, abrace o meu afeto mas não subestime a minha mansidão. Não apronte comigo contando com a minha suavidade. Ainda não aprendi com a sabedoria daqueles que deixam pra lá. Não compactuo com aqueles que se contém corroendo por dentro. Nessas horas extravio a educação bonita que a mamãe deu e sigo concordando que respeito é pra quem tem.'

Não abro mão

A gente deixa de fazer muita coisa, deixa de ser feliz por medo da opinião de gente que nem torce pela nossa felicidade. Parei. Faço o que me der na telha, me faz feliz? Tá ótimo, tô no caminho certo. Porque você sabe, entre o certo e o errado, o que vale mesmo é o que te faz bem. E eu tô seguindo essa linha, tô nesse rumo, estrada sem fim. Entre agradar todo mundo e fazer o que me agrada, tô me escolhendo mil vezes. A vida já tem poucas horas por dia, não dá mais pra ficar desperdiçando segundos com gente que desperdiça horas pra cuidar da vida dos outros – tipo de gente que não valoriza a própria vida e ainda acha que tem moral pra dar palpite e apontar o dedo dizendo o que a gente deve ou não fazer, me poupe. Não tenho mais paciência, adiar a felicidade por causa de gente que não é feliz é burrice, larguei mão da ferradura. Tô de sapato, salto alto, sem medo de me desequilibrar – tô feliz e decidida, tá pra nascer equilíbrio maior que esse. E se a minha felicidade tá te incomodando, que sigamos o velho ditado: os incomodados que se retirem. Porque daqui eu não saio, não me retiro, não abro mão. 

sábado, 5 de janeiro de 2013

De valor ao que tem

Eu Vejo pessoas reclamando da vida por causa de coisas banais, vejo pessoas querendo morrer por causa de fim de relacionamento, vejo pessoas com depressão por causa de bens materiais, vejo pessoas de mau humor porque passaram da hora do almoço, vejo pessoas reclamando do emprego e, vejo pessoas insatisfeitas com a vida... Todo o tempo e com muita freqüência...
Mas, também vejo pessoas na beira da morte dando valor a vida e lutando por ela com sorriso no rosto, vejo pessoas dando graças a Deus por terem feito a única refeição do dia, vejo pessoas sobrevivendo com um salário mínimo, vejo pessoas em cadeira de rodas dando exemplos de vida, vejo pessoas satisfeitas apenas por estarem vivas, vejo pessoas agradecendo pelo simples fato de terem saúde, vejo pessoas desempregadas indo a luta para garantirem o pão de cada dia de seus filhos e, vejo um contraste social, todo o tempo e com muita freqüência...
Eu vejo injustiças por causa de valores e por falta valores e nem preciso usar o "sexto sentido" pra sentir isso que tanto me assusta.

Xô falsidade

Parei de dar prestígio ao que não vale a pena. Estou dedicando a minha atenção apenas a coisas boas, pessoas agradáveis e carinhos verdadeiros. Dar mérito apenas ao que realmente tem importância é o que estava faltando para eu ser inteiramente feliz. Não vou mais me deixar ficar triste por picuinhas, indiretas e fingimentos. Coisas inúteis não merecem a minha preocupação. Em compensação, pessoas verdadeiramente boas e sentimentos fielmente bem-intencionados sempre serão bem-vindos na minha vida.
Que a energia positiva tome conta do espaço. Amém! 

#ETenhoDito

foco

Foco!
Por mais que você queira abraçar o mundo, às vezes é necessário focar em apenas um propósito. Fazer o máximo para conseguir o que tanto deseja até a última chance. Por mais que você tenha várias vontades, por mais que tenha sonhos tão diferentes um do outro, em certos momentos é necessário centralizar toda força somente em um. 
Entregar os pontos e mudar de meta tão naturalmente são sinônimos do insucesso. Deve-se ir até o limite supremo e concentrar-se com firmeza para realizar o seu objetivo.
Mude de foco só quando o alvo já tiver sido alcançado, ou pelo menos, quando sentir total certeza de que realmente não almeja mais isso para você.
Você pode abraçar o mundo, mas não deve desistir dos seus sonhos tão fácil assim. 

prioridade

Algumas vezes é necessário priorizar o que é mais importante. Não desisto dos meus sonhos. Apenas guardo um ou outro na gaveta e deixo para buscá-los no momento ideal.

Acordar

Pensando bem... Quando parei de dar moral a pessoas negativas, gente que colocava areia nos projetos, que só queria fazer intriga, gente que vinha falar comigo por falsidade ou pra indagar sobre a minha vida, muita coisa boa aconteceu.
Quando cortei essa hipocrisia e dei mais valor para os amigos de fé, quando deixei de ser inocente e parei de falar sobre a minha vida para qualquer um que dizia ser do bem, a coisa engrenou. Demorou, mas eu aprendi.
Quando cortei todo esse blábláblá e parei de engolir uma granada de armadilhas e mentiras que tudo começou a dar certo.
Adorei o resultado, de lá pra cá só vieram coisas boas. Aprendi e continuarei assim...
A minha Indiferença para quem não vale a pena e muito Amor para quem merece.
Os verdadeiros eu sei quem são.
Déh.*

ponto final

Não importa o quanto você queira bem alguém. Não importa o tamanho da sua boa vontade. Não importa o seu anseio em criar um vínculo afetivo. Existem pessoas que não irão gostar de você da mesma maneira que você gosta delas. O que fazer? Solte, descole, largue de mão. Nesta vida tudo tem uma saída, menos a falta de reciprocidade.
Déh *

o que passou ja diz: é passado


tranquila


Pense bem


grande lição


se liga


sou assim

Preciso admitir, sou muito irônica, e grossa as vezes, um pouco meiga de vez em quando. Gosto do meu lado apaixonada, mas quase nunca aparece. E meu lado safado chega a me assustar. Protetora e ciumenta ao extremo. Tenho um gênio difícil e um temperamento forte. As vezes sou barraqueira, outras, calma até demais. Dura como uma pedra e frágil como um vidro. Um poço de orgulho, e mais conhecida como a rainha do drama, essa sou eu. E sabe o que mais me assusta? Ainda tem gente que gosta!

Um dia de cada vez.

Vai devagar… Pensa duas, três, quatro, quantas vezes forem necessárias pra não fazer bobagem. Cuida do teu coração, cuidado com quem você deixa entrar. Espera o tempo passar. Acredita menos… As pessoas não são tão legais quanto aparentam ser. Quem acredita menos, sofre na mesma proporção. Até quando você achar que é verdade, desconfie um pouquinho. Faz bem não se entregar totalmente logo de cara. Se arrisca mais, por você. Tenha coragem para dizer tudo que tens aí guardado. Seja forte para conseguir se manter calada perante alguns. Muda de rumo. Quando te mandarem ir por lá, vai pelo outro caminho. Ou vai apenas, pelo caminho do teu coração. Se você não aguentar mais fingir… Chore. Depois que você acabar de chorar, vai sentir-se mais leve. E então vai levantar a cabeça, lavar o rosto, por uma roupa bonita no corpo, um sorriso escandalosamente lindo no rosto e dizer que chega, que você vai é ser feliz. Eu sei, é assim mesmo. E vai funcionar! Não diga “nunca”, nunca. Irônico, não? Mas não diga. Porque essa vida é incrivelmente engraçada. Mais uma coisa. Você não pode ter medo que as pessoas te machuquem, viu. Porque as pessoas vão te machucar de vez em quando, até mesmo aqueles que você mais confia e admira. Não vão fazer por mal, mas somente porque são humanos. Cometemos erros ridículos com pessoas maravilhosas. Faz parte. Não esquece que cada um é cada um. Somos diferentes. Graças a Deus, somos. Vive um dia por vez, sem pressa e sem querer ser mais rápida que o tempo. E por favor, vai ser feliz, que tu ainda tem muito por viver.

Melhor de mim

Ele não ligava, nem mandava mensagem durante semanas. Mas tinha uma mania sacana de aparecer quando ele já tava quase desaparecendo da minha cabeça. Era carência, tava na cara – e faltava vergonha na minha, porque eu sempre acabava cedendo. Não me dava valor e ainda ficava indignada por ele não dar também. Eu aceitava ser a última opção e ainda tinha a cara de pau de espernear e choramingar por ai...usando a maldita frasezinha clichê de que nenhum homem presta. Claro que ele não ia prestar, pra que prestar com alguém que transpirava falta de amor próprio? Ninguém ama quem não se ama, ninguém respeita quem não se respeita – doloroso, mas verdadeiro. E quando você não tá na onda de ser amada, ta tranquilo - um supre a carência com o outro e fim de papo. Mas eu tava afim de sentimento, tava super na onda de mãozinha dada e ligação de madrugada só pra ouvir um ''tava pensando em você''. E claro que ele não ligava, a gente quase sempre só pensa antes de dormir em quem causa aquele nervosinho de incerteza dentro do nosso peito – e eu tava sempre ali, um poço de certezas, não tinha porque ele pensar. Muito menos ligar. E foi ai que eu mudei. Parei de aceitar o último pedaço do bolo, se o primeiro pedaço não fosse pra mim, eu simplesmente ia embora da festa – não me servia mais. E olha só que mágico, ele nunca me chamou pra tantas festas e nunca vi alguém me oferecer tantos pedaços de bolo – a mágica só não foi tão boa porque eu simplesmente não queria mais. Não queria mais mágica, não queria mais bolo, não queria mais ele. Quando a gente passa a se valorizar a gente consegue enxergar nitidamente quanto os outros valem – e ele valia tão pouco, desencantei. Peguei meu coração e coloquei ele lá no topo de uma árvorezinha danada de alta, e vou te falar, nunca vi tanta gente disposta a escalar – homem adora um desafio. Pois bem, que vença o melhor!

pense bem

Hoje, acredito que os nossos sentimentos devem ser o nosso principal guia. E desejo que eles nos levem a qualquer caminho, até mesmo o do aborrecimento, mas nunca o do arrependimento...

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

*...*


trai ?



ja era

“Você me deu todos os motivos para desistir. Eu te darei todos os motivos para se arrepender.” _

foda-se

Imagina só, se eu me preocupasse com o que toda essa gente pensa? Se ligasse para os olhares tortos na minha direção? Se me importasse com os sorrisos irônicos a minha volta? Imagina, só imagina mesmo. Porque não vai sair da sua imaginação. Eu não me importo com nada disso, muito menos com o que você vá imaginar.

sou mais eu

"Sempre respeitei e entendi todos os surtos do outro, agora é a minha vez. Não posso obrigar ninguém a me aturar, me amar, ficar do meu lado. Mas o que eu posso menos ainda é mudar pra me encaixar na idealização de alguém tão torto quanto eu. Adaptação é necessário, mudanças são bem vindas quando a gente muda pra gente. Se anular ou se deixar de lado é o maior erro que alguém pode cometer e eu já errei demais. Tô de peito aberto, cabeça erguida, pé atrás. Acredito num ano de realizações, muito amor e sucesso, não por ter fé em 2013, mas por ter fé em mim. E esse ano, entre tantas lições, crises, lágrimas de dor e felicidade, me ensinou isso: Ser mais eu, ser completamente eu, transbordando mesmo, intensa mesmo e fica quem quer. Vai embora quem tem que ir. Vida que segue e, com toda certeza do mundo, aconteça o que acontecer, eu sobrevivo. Eu evoluo. Amadureço. Eu esqueço, mas aposto um doce que muita gente que me deixou escorrer pelas mãos, nunca vai esquecer de mim."

por favor

"Por favor, eu peço: não mexa comigo, não pise nas minhas feridas, não sapateie em cima dos meus calos. Eu mordo, rosno, viro bicho. Não faça mal para os meus, não maltrate quem não merece, não me faça pegar nojo da sua cara.
Tenho verdadeiro desprezo por quem se acha melhor que os outros. Por quem pensa que o dinheiro compra tudo. Por quem se acha um grande piadista. Por quem não pensa antes de fazer merda. Por quem acha que sabe mais. Entenda, meu amigo, dessa vida a gente não sabe nada, a gente não leva nada. Estamos aqui para errar todos os dias. Para tentar fazer o certo e, ainda assim, fazer errado. Ninguém é Deus, ninguém é diabo. Todo mundo tem um pouco de tudo (...)"

voo

Se você colocar um falcão em um cercado de um metro quadrado e inteiramente aberto em cima ele se tornará um prisioneiro, apesar de sua habilidade para o vôo. A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida, nessa pequena cadeia sem teto.
O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado em um piso complemente plano tudo que ele conseguirá fazer é andar de forma confusa, dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar.
Um zangão, se cair em um pote aberto ficará lá até morrer ou ser removido. Ele não vê a saída no alto, por isso, persiste em tentar sair pelos lados, próximo ao fundo. Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente de tanto atirar-se contra as paredes do vidro.
Existem pessoas como o falcão, o morcego e o zangão; atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceber que a saída está logo acima. Se você está cercado de problemas por todos os lados, olhe para cima!
E lá estará DEUS, à distância apenas de uma oração!

mudei

O tempo passou e eu mudei. Mudei porque amadureci, mudei porque passei por tantas experiências, que consegui aprender com meus próprios erros. Mudei porque me decepcionei com amigos e pessoas, mudei porque me decepcionei com amores, mudei porque conheci pessoas tão especiais, que fui capaz de me inspirar nelas para me tornar uma pessoa diferente, talvez uma pessoa melhor. O tempo passou eu mudei, e nem tudo, e nem todos me acompanharam, mas está valendo a pena.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

medo ou coragem

"Porque se amar bastasse não haveriam sofrimentos ou dores; porque se sentir fosse suficiente não haveriam perdas, saudades ou despedidas; porque se querer fosse tornar real não haveriam esforços ou batalhas; porque se sonhar fosse realizar não haveria o persistir. Então ame, sinta, queira e sonhe. Mas, acima de tudo aja, busque e encontre, porque não se consegue nada sem esforços e não se chega a vitória sem a luta. Então, se queres conquistar algo faça por merecer, pois essa é a grande diferença entre os que tentam e os que lamentam!"

Tempo


"Ser sozinho é uma busca contraditória. Você quer, até realmente conseguir estar. Depois, a coisa toda se resume em tempo de sobra. Você tem tempo de sobra pra escrever suas poesias, ler o segundo caderno inteiro do jornal, ver seus amigos, escolher seus finais de semana, enfiar as mãos no bolso e sair pra comprar pão sem pressa. Você tem tempo pra reorganizar tudo e definir novos lugares para móveis, almofadas e sentimentos, à vontade. E aí, quando a casa toda tá em ordem, você percebe que algumas bagunças internas a gente não arruma com solidão, só com companhia."

ser feliz


desabafo

Às vezes a gente não sabe se é um texto, um desabafo ou uma vida inteira.

mudanças

"Minha cabeça, desde que eu me lembre, sempre foi bagunçada, colorida, ensurdecedoramente alta. Mas, hoje eu vejo, nada de mim seria o mesmo se eu tivesse passado minha vida toda no silêncio."

chance


tempo



Há quem diga que o tempo não existe, que somos nós que o inventamos e tentamos controlá-los com nossos relógios e calendários. Nem ousarei discutir essa questão filosófica, existencial e cabeluda. Se o tempo não existe, eu existo. Se o tempo não passa, eu passo. E não é só o espelho que me dá a certeza disso.
O tempo interfere no meu olhar. Lembro do colégio em que estudei por mais de uma década, meu primeiro contato com o mundo fora da minha casa. O pátio não era grande - era colossal. Uma espécie de superfície lunar sem horizontes à vista, assim eu o percebia aos sete anos de idade. As escadas levavam ao céu, eu poderia jurar que elas atravessavam os telhados. Os corredores eram passarelas infinitas, as janelas pareciam enormes portões de vidro, eu me sentia na terra dos gigantes. Volto, depois de muitos anos, para visitá-lo e descubro que ele continua sendo um colégio grande, mas nem o pátio, nem os corredores, nem as escadas, nada tem o tamanho que parecia ter antes. O tempo ajustou minhas retinas e deu proporção as minhas ilusões.
A interferência do tempo atinge minhas emoções também. Houve uma época em que eu temia certo tipo de gente, aqueles que estavam sempre a postos para apontar minhas fraquezas. Hoje revejo essas pessoas, e a sensação que me causam não é nem um pouco desafiadora. E mesmo os que amei já não me provocam perturbação alguma, apenas um carinho sereno. Me pergunto como é que se explica que sentimentos tão fortes como o medo, o amor ou a raiva se desintegrem. Alguém era grande no meu passado, fica pequeno no meu presente. O tempo, de novo, dando a devida proporção aos meus afetos e desafetos.
Talvez seja essa a prova da sua existência: o tempo altera o tamanho das coisas. Uma rua da infância, que exigia muitas pedaladas para ser percorrida, hoje é atravessada em poucos passos. Uma árvore, que para ser explorada exigia uma certa logística - ou ao menos um "calço" de quem estivesse por perto e com as mãos livres -, hoje teria seus galhos alcançados num pulo. A gente vai crescendo e vê tudo do tamanho que é, sem a condescendência da fantasia.
E ainda nem mencionei as coisas que realmente foram reduzidas: apartamentos que parecem caixotes, carros compactos, conversas telegráficas, livros de bolso, pequenas salas de cinema, casamentos curtos. Todo aquele espaço da infância, em que cabia com folga nossa imaginação e inocência, precisa hoje se adaptar ao micro, ao mínimo, a uma vida funcional.
Eu cresci. Por dentro e por fora (e, reconheço, pros lados). Sou gente grande, como se diz por aí. E o mundo à minha volta, à nossa volta, virou uma aldeia, somos todos vizinhos, todos vivendo apertados, financeira e emocionalmente falando. Saudade de uma alegria descomunal, de uma esperança gigantesca, de uma confiança do tamanho do futuro - quando o futuro também era infinito à nossa frente.

Eu

É que têm dias que a gente sente que algo por dentro está se alargando: eis o crescimento. E um filme passa na memória, muitas histórias do seu ser antigo. Um enredo comprido, cumprido. E todas as emoções se enfileiram para serem amadurecidas. Você está morrendo, você está na transição de ser Outro. Mas é tão confuso que fica dolorido, é um desvendar-se fundo, luto que pede desapego para agradecer e se despedir do ser findo.
E cada minuto dura anos que se acoplam no seu rosto, no seu corpo, no que recém-nasce parecendo ser mais velho, mas é só um ser vivido, ainda moço: substituindo o que havia em você e que agora está morto.
É que têm dias que a gente não consegue se dar conta de que está prestando contas com o destino. A mudança parece brusca, mas foi tão sutil e contínua que parecia nula. E a alma vai buscando mais espaço, pois a evolução interna estica a pele da percepção para que caiba a sabedoria.
E, repentinamente, a gente vira adulto e tira o luto. E aprende a brincar feito gente grande: a gente compreende que crescer doeu, matou várias ilusões, extirpou algumas companhias, mas nos ensinou a paciência, o discernimento e a escolher viver inteiramente dia após dia.