contador

rastreador

Follow by Email

Páginas

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

sou mais eu

"Sempre respeitei e entendi todos os surtos do outro, agora é a minha vez. Não posso obrigar ninguém a me aturar, me amar, ficar do meu lado. Mas o que eu posso menos ainda é mudar pra me encaixar na idealização de alguém tão torto quanto eu. Adaptação é necessário, mudanças são bem vindas quando a gente muda pra gente. Se anular ou se deixar de lado é o maior erro que alguém pode cometer e eu já errei demais. Tô de peito aberto, cabeça erguida, pé atrás. Acredito num ano de realizações, muito amor e sucesso, não por ter fé em 2013, mas por ter fé em mim. E esse ano, entre tantas lições, crises, lágrimas de dor e felicidade, me ensinou isso: Ser mais eu, ser completamente eu, transbordando mesmo, intensa mesmo e fica quem quer. Vai embora quem tem que ir. Vida que segue e, com toda certeza do mundo, aconteça o que acontecer, eu sobrevivo. Eu evoluo. Amadureço. Eu esqueço, mas aposto um doce que muita gente que me deixou escorrer pelas mãos, nunca vai esquecer de mim."

Nenhum comentário:

Postar um comentário