contador

rastreador

Follow by Email

Páginas

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Amor

"Eu sou assim: tenho a palavra na ponta da língua, o mundo na ponta dos pés e a poesia na ponta do coração. Carrego nos ombros o peso de uma saudade. Às vezes, engano a mim mesma para me sentir melhor. Tenho um refrão no repeat e um coraçãomole, que só. Descobri o quanto pesa uma ausência e o quanto vale um sorriso. Elejo a fé como o que eu tenho de mais bonito. Vou, volto e não me deixo, embora tenha me perdido muitas vezes pelo caminho. Sou tantos verbos, em tantas orações subordinadas, de tantos objetos diretos e indiretos. Sou tantos “eus” buscando apenas um “você”. E o que é que se pode fazer quando a palavra te acerta em cheio e faz acordar o que te é intrínseco? Acho que dizer o que eu sinto, sempre foi a minha maior demonstração de ousadia. Porque, no fim, é sempre sobre amor."

Nenhum comentário:

Postar um comentário